domingo, 2 de dezembro de 2012

"TERRAS DO TOIRO V"


Missão cumprida!

Cansados mas satisfeitos, este é o sentimento de todos os que colaboraram
activamente para que fosse possível pôr de pé mais uma edição do “Terras do
toiro”.

Uma vez mais fomos “abençoados” pela chuva, que torna esta prova muito dura
para atletas e bicicletas, mas que em boa verdade é o factor que a torna tão
especial e até apetecível. A chuva e a lama são a imagem de marca do nosso
evento.


A julgar pelo “feedback” obtido, o traçado terá sido do agrado da esmagadora
maioria dos participantes apesar da sua dureza. De uma forma geral não existiram grandes
sobressaltos, seja como for tentaremos repetir o que de bom aconteceu e
rectificar o que de menos bom possa ter acontecido já na próxima edição!

Em nome do “Staff”, queremos agradecer a todos os nossos patrocinadores de
entre os quais destacamos a Benebike, o Ginásio Vitamina, a Generali -
companhia de seguros S.p.A., a Companhia das Lezírias, a Junta de Freguesia
de Samora Correia e a Câmara Municipal de Benavente.

Foi um prazer para nós contribuir uma vez mais para uma causa nobre. Desta
vez a organização decidiu apoiar a MITHÓS (associação de apoio à
multi-deficiência), oferecendo um cheque no valor de 700€.


Foram vários meses de trabalho intenso que julgamos ter valido a pena. De
uma coisa estamos certos, damos sempre o nosso melhor para que todos os que
nos visitam possam desfrutar de um dia bem passado!


O nosso obrigado a todos os participantes, para o ano há mais!


Boas pedaladas,

Paulo Charbel


quinta-feira, 13 de setembro de 2012

MANUAL DE SOBREVIVÊNCIA


By Charbel


Olá a todos,


Devido à minha (crónica) falta de tempo para treinar, decidi aproveitar as noites agradáveis para efectuar umas voltas de estrada nocturnas.

Após uma “incrível” série de cerca de quatro noites consecutivas a pedalar, (pelo meio fui dormir a casa, tomei o pequeno-almoço, o almoço e o jantar, eh, eh, eh) algo de verdadeiramente insólito aconteceu!

Eu explico! Certa noite por volta das 09H00, quando circulava a alta velocidade em direcção a St. Estêvão, surge algo no pneu traseiro que provocava um estranho “saltitar”, que aumentava de intensidade a cada pedalada. Era impossível continuar naquelas condições, pelo que parei para verificar o que se passava. Para meu espanto, um furo estava a deixar escapar o ar através do pneu e este apresentava uma pequena bolha de ar (do tamanho de um berlinde) na fina camada de borracha exterior (vulgo rasto).

Como a pressão é de cerca de 7 bar, esta “bolha era mesmo rija e ameaçava rebentar a qualquer momento e eu encontrava-me a 15 Km de casa. Quando atravessava a estrada a pé afim de inverter o sentido da marcha, constatei que a bolha já estava do tamanho de um ovo e não parava de aumentar!!!!????? Parecia que o pneu estava possuído e lá de dentro iria surgir um Alien a qualquer momento! Uuuuuh medo!!!

Então decidi retirar o ar todo e foi preciso usar a força para dar cabo do Alien, ups, quero dizer da bolha.

Definitivamente estava com azar, mas eis que surge uma luz! Ah, afinal era a luz de um carro que passava na estrada, eh, eh, eh…

A noite caía e o local estava “infestado” de gado bravo que espreitava de forma ameaçadora por entre as moitas circundantes, conforme atesta a foto seguinte!

Let´s look at the Picture…




E foi quando já estava a perder a esperança que decidi recorrer à sabedoria milenar do CBTTTL, e eis que me ocorre uma solução que certamente me iria resgatar daquela situação difícil em que encontrava, telefonei à minha esposa para me vir buscar de carro, eh, eh, eh!

Infelizmente, ela estava ocupada com os meus filhotes e não podia vir de imediato em meu auxílio. E agora perguntam vocês: – Então? Era só isto que ele tinha para nos dizer? Estará louco? – Não meus amigos, o que pretendo partilhar convosco é a sofisticada solução que encontrei para arranjar aquele desgraçado pneu e sair dali o mais rapidamente possível. Parecia o tipo da Discovery channel que até come larvas e gafanhotos, eh, eh, eh!

Cortei algumas folhas de uma cana e forrei o pneu com várias camadas!!!!

Let´s look at the Picture…




E não é que resultou? A “bolha” desapareceu e eu consegui chegar até junto da civilização, são e salvo.



Registem isto nas vossas cabeças pois um dia destes podem precisar, eh, eh, eh!

Por hoje é tudo, obrigado e bom dia.




Charbel

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

1º passeio Lar sobre Rodas - CRIB

by Merca & Zé Latas

Boa noite a todos,

O clube BTT Trilhos da Lezíria esteve presente em peso no 1º BTT “Lar Sobre Rodas” realizado no dia 9 de Setembro de 2012. Existiu grande aderência por ser um passeio de angariação de fundos para um novo lar residencial da CRIB.

E o CBTT TL ganhou o prémio de equipa mais numerosa… pois é!!! O nosso 1º prémio como equipa, já que individualmente já temos para cima de 150... ou mais!

Às 8h já se encontravam presentes nas bombas da Galp os ciclistas Xando, Alcides, Sérgio, Romeiro, Tó, Eduardo, Aires, Vasco, Merca e Zé Latas. À saída de Samora encontrámos o Pisco e os amigos e um pouco mais à frente estava o Marco à nossa espera. Começámos então o aquecimento rolando até Benavente e quando lá chegámos encontrámos outros membros do clube: o Fernando Ferreira, Luís Feitor, que participou juntamente como o filho nos 15Km e grande locomotiva do Moto Clube de Lisboa.

A partida, como programado, foi por volta das 9:30h perto da praça de táxis. Daqui fomos até à CRIB, onde após uma pequena paragem, prosseguimos para a prova. Seguimos por estrada até apanharmos uns bons single-tracks a caminho da Barrosa, onde encontrámos uma excelente descida técnica, para fazer a pé. Mais à frente estava à nossa espera o reabastecimento mas faltaram as minis. Como podemos ver na foto, o Alcides aproveitou para exibir as suas bombas (para conseguir fazer os 30km eheheh).  


Isto só prova que ele é um autêntico gato. eheheh

Após o reabastecimento, ele nunca mais miou nem mesmo com umas descidas técnicas e subidas à unha. Logo a seguir, encontrava-se a separação para os 30/50km. Os mais fraquinhos seguiram pelo caminho mais curto, enquanto os outros se enganaram, ou talvez na esperança de encontrar umas minis seguiram para os 50km (Zé Latas, Fernando Ferreira, Vasco, Pisco e amigos, e ainda o pessoal do MCL).

O pessoal que seguiu pelos 30km ao esbarrar com um pocinha de água, que dava pouco mais do que pelo ortelho, achou que o obstáculo era demasiado fraquinho e decidiu optar por um caminho com ervas pelas orelhas, desviando-se da prova via Barrosa – estrada – Benavente. Destaca-se aqui um excelente mergulho no alcatrão protagonizado pelo Xando que deu apenas para umas esfoladelas e um valente susto para quem viu. Chegando a Benavente a desidratação foi tratada com umas minis. Pode-se ver no seguinte link os dados deste percuro:


O pessoal que foi pelos 50km foi menos corajoso e, ao chegar à tal pocinha, decidiu passá-la, aproveitando para tomar banho, tirar fotos e na saída o Vasco teve que descalçar os sapatos pois estes ficaram cheios de enguias. Mais à frente foi a vez de ele entrar novamente em cena com um furo, tendo que o pessoal parar para lhe mudar a câmara-de-ar. Correndo posteriormente tudo bem até a meta.

 

Luís Merca & Zé Latas

segunda-feira, 23 de julho de 2012

VOLTA NOCTURNA - FESTA DA SARDINHA ASSADA EM ST. ESTÊVÃO - 21/07/2012


By Charbel


Olá a todos,

Uma vez mais, o Clube de Btt Trilhos da Lezíria esteve presente na magnífica festa da sardinha assada em St. Estêvão, que teve lugar no passado Sábado.

Em “representação” do clube estiveram presentes os seguinte atletas: Zé Latas, Nando, Marco, Domingos Carvalho, Sr. Domingos, Merca, Tó, Márcio e eu.



Como Sempre a recepção foi espectacular!

Desta vez, nos últimos 4 Km até chegarmos ao recinto da festa tivemos a escolta de uma carrinha da organização com pirilampos e tudo. Uma vez mais fomos recebidos de forma apoteótica como se de um pelotão da volta a França se tratasse, eh, eh, eh!
Fomos de pronto encaminhados para um recinto nos bastidores onde pudemos guardar todas as bikes e restante equipamento, podendo assim libertar as mãos para degustarmos a bela sardinha assada bem regada com imperial. Para quem não apreciasse sardinhas, existia porco assado no espeto, morcela e chouriço assado.
Esta é sem dúvida alguma a melhor festa da região, pelo menos aquela que melhor nos recebe.
Já sabíamos ao que íamos, pelo que o pessoal não estava minimamente preocupado com as horas, excepto o Sr. Domingos que a dada altura já estava em pânico pois não havia meio do pessoal largar as tasquinhas existentes no recinto, com especial destaque para a barraquinha da ginjinha de onde saía uma tábua repleta de “shots” de cinco em cinco minutos, eh, eh, eh!
Começávamos já a “dar nas vistas” com alguns de nós a darem inicio a algumas belas coreografias de dança, plenamente integrados no bailarico, com e sem par, eh, eh, eh.
Alguns ilustres membros não pedalaram até lá, mas estiveram presentes com as respectivas famílias. Foi o caso do grande Zé Kota e do Fernando Ferreira. Também nos fizeram companhia o Tiago Gomes e a sua namorada que acabaram por dar boleia ao “desesperado" Sr. Domingos.

Por volta da 01H00 da manhã (creio eu) ouviram-se os foguetes que anunciavam a largada dos toiros no picadeiro existente à saída da vila, e nesse momento a multidão abandonou o local para se deslocar até lá, perdendo o espectáculo dentro do espectáculo que por ali aconteceu, eh, eh, eh…
O Domingos Carvalho após mais um “shot” decidiu avançar em direcção ao palco e solicitou ao líder da banda que ali actuava que nos dedicasse uma musica! E foi nesse momento que o pessoal “partiu a loiça toda", ocupando o recinto junto ao palco a curtir o som.
Mas isso não era suficiente meus amigos e num ápice eis que surge em palco o “mítico” Zé Latas, eh, eh, eh…
É verdade, o Zé Latas em palco pela primeira vez na sua vida, qual estrela de rock, eh, eh, eh!

Let´s look at the trailer…(a não perder a partir do minuto 4:50)  

video
Entretanto decidimos também nós dirigirmo-nos até à largada de toiros, não sem antes aplicarmos um último “shot” de ginjinha.
Chegados à largada, o ambiente era muito calmo, quer dizer, após a nossa chegada animou-se um bocadinho, quanto mais não fosse porque havia bikes espalhadas por todo o lado a estorvar quem por ali se deslocasse.

Por sorte existia ali mais uma barraquinha, permitindo-nos reabastecer com mais uma cerveja para o caminho.
E não se previa nada fácil o nosso regresso a casa, pois para alguns de nós levantara-se uma autêntica tempestade que dificultava a progressão em linha recta, eh, eh, eh…
Feitos à estrada e após cerca de 1Km, já tínhamos uma primeira paragem. Alguém que não irei identificar sentiu necessidade de aliviar a carga e chamou o Gregório, eh, eh, eh!
Há quem diga que este bttista resolveu descansar um pouco deitado no chão e que já estava a fechar os olhitos preparando-se para uma sesta rápida, eh, eh eh!
De salientar que o local (um caminho secundário sem movimento), fora previamente seleccionado por motivos de segurança.
Com maior ou menor dificuldade lá chegámos a Samora Correia às 04H00 da manhã. Nesse momento passa por nós a camioneta da banda que tinha actuado na festa e cujos membros nos saudaram efusivamente.

Queremos expressar publicamente o nosso agradecimento pela recepção de que fomos alvo por parte da comissão de festas de St. Estêvão, que apesar das dificuldades orçamentais conseguiu pôr de pé mais uma excelente edição da festa da sardinha assada.
  
Pena foi, não terem tido tempo para fazer as tradicionais t-shirt, pois vínhamos todos preparados contribuir através da aquisição de um exemplar de 2012, à semelhança do que aconteceu no ano passado. Fica para a próxima!

Foi sem dúvida mais uma grande noite do nosso grandioso Clube!



Boas pedaladas e até para o ano!


Paulo Charbel

CBTTTL

terça-feira, 26 de junho de 2012

ANIVERSÁRIO DO CBTTTL - 24/06/2012




Olá a todos,

No passado dia 24 de Junho o Clube de BTT Trilhos da Lezíria comemorou mais um aniversário!

Para os mais atentos, causará surpresa o facto de nunca repetirmos a mesma data para os festejos, mas esse facto tem uma explicação! Se o Natal é quando um homem quiser, então o aniversário do Clube será quando os sócios quiserem, eh, eh, eh. Desta vez a nossa festa teve um carácter mais intimista, tendo sido reservada aos ilustres sócios.

Estiveram presentes, o Ricardo Brites, o Carlos Fernandes, o Vasco Parreira, o Sr. Domingos, o Zé Kota, o Xando, o Marco, o Bruno, o Emanuel, o Zé Latas, o Merca e o Domingos Carvalho.


Como habitualmente o local de partida foi o ringue do bairro de N.ª Sra. de Oliveira, rumo ao canal. Em plena zona ribeirinha de Benavente, surge o 1º abastecimento surpresa cujos cicerones foram, eu próprio e o Fernando Ferreira. Apesar de ter surgido muito cedo (KM 7), o abastecimento foi bastante concorrido e animado, obrigando mesmo os seus responsáveis a repor o stock para o abastecimento seguinte!


Pois é, meus amigos, ninguém resiste aos nossos abastecimentos onde para além de sumos, colas, água, bolos, fruta, pão com queijo, torresmos, ou presunto, nunca falta a bela “mine”. Desde a Superbock à Sagres, branca ou preta, que o diga o Zé Latas, eh, eh, eh…



Acontece que o calor já se fazia sentir e bem. Repostos os níveis de sais minerais e de calorias, os nossos atletas prosseguiram em direcção à Herdade dos Coelhos, virando junto ao aqueduto que atravessa os arrozais, indo ao encontro do segundo abastecimento surpresa que os aguardava no parque de merendas da Aceisseira. Apenas o Ricardo sabia dos nossos planos, pelo que liderou o pelotão até ao local.


Escusado será dizer que tanto eu como o Fernando Ferreira, nos sacrificámos a manhã toda em prole do grupo! Sim, tivemos quase toda a manhã sentados na mesa de piqueniques, aguardando estoicamente pela chegada dos nossos amigos, a petiscar aqui e ali entremeando com uma fresca e revigorante…vocês sabem o quê, eh, eh, eh….


Este 2º abastecimento ainda foi mais divertido que o 1º e deixou-nos a pensar que seria um bom local para estrearmos a nova mega-churrasqueira que o Clube vai adquirir em breve.


Depois de terminado o abastecimento partimos todos rumo à cidade de Samora. O almoço teria lugar no restaurante Xico do Porto às 13H30 e à hora marcada lá estavam o Fernando, o Emanuel, o Luís Mendes que veio apenas ao almoço e eu próprio. Os restantes demoraram mais algum tempo, devido a questões relacionadas com o duche! Há quem diga que alguns se viram forçados a partilhar o mesmo duche e o mesmo sabonete, mas isso são assuntos do “forno interno” que eu não vou aqui esmiuçar, eh, eh, eh…

A ementa como sempre estava do agrado do pessoal, assim como o vinho à pressão bem fresquinho que não chegava a aquecer na mesa, eh, eh, eh…


O pessoal estava animado, até porque com a presença do grande Zé Latas, boa disposição é coisa que não falta. Ficámos até mais cultos, pois a dada altura o Zé Latas contava-nos mais uma das suas histórias e exclama: - Ah e tal, apareceu lá um tipo, com um chapéu verde, com uma pena de raposa em cima! – foi a p*t* da loucura meus amigos, quase rebolámos a rir, acabávamos de descobrir uma espécie de raposa com penas!

Foi um belo convívio e assim se passou mais um aniversário do glorioso Clube de BTT Trilhos da Lezíria.
Obrigado a todos e boas pedaladas!

Para o ano há mais!


Charbel
CBTTTL

domingo, 3 de junho de 2012

Mini Trans-Portugal...

Este domingo, depois de alguma hesitação para onde iriamos, surgiu o nosso "campeão" Sergio Silva com a ressaca do Trans-Portugal e como tal decidimos ir fazer uma etapa dessa grande prova: TransPortugal.

Quer dizer...não foi bem uma etapa, foi uma meia etapa... ou antes, um terço de uma etapa...mas parecia uma etapa inteira e doeu como uma etapa inteira, pelo menos para nós.
Fomos até Alhandra e fizémos cerca de 36kms com 1200 de acumulado. Bem porreiro, com uns troços da volta de TRancoso e outros rigorosamente seleccionados pelo Sérgio.
3 bons singletracks, muito técnicos e outras 3 subidas a doer cheias de pedra.
Estavam presentes: eu, Marco, Ricardo, Feitor, Emanuel, Sérgio e Galambas.

Volta bem porreira. Toda a gente se aguentou bem, e mesmo o Galamba sofreu mais um pouco mas sempre fino até ao fim. Não houve quedas nem furos ou outros azares por isso já foi um saldo positivo.

Volta porreira a repetir. O Sérgio estava muito fraquinho mas aguentou o nosso ritmo até ao fim.

Saudações

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Passeio do Moto Clube de Lisboa - 2012-05-12


Caros associados e simpatizantes.
No passado dia 12 de Maio de 2012, às 8:00 horas, reunimo-nos no local habitual (Ribapedal, em Samora Correia) Ricardo Brites, Daniel Brites, Domingos Carvalho, Fernando Ferreira e Luís Feitor. Saindo de Samora Correia, em direção ao Porto Alto, juntou-se a nós o Zé Latas. Entretanto, pelo caminho já seguia o Carlos Fernandes, Carlos Valente e Luís Mendes. Estiveram assim presentes, em Santa Maria dos Olivais (Perto da Gare do Oriente) 9 elementos do Clube. Vejam só a fotogenia do grupo :-)