segunda-feira, 27 de setembro de 2010

VOLTA NOCTURNA - 24/09/2010

By Charbel

Olá a todos,

Na passada 6ª feira demos sequência à recente série de voltas nocturnas, tal o sucesso alcançado nas edições anteriores. Claro que tal sucesso se deve à bela "mine" e aos petiscos que de vez em quando degustamos, se a oportunidade surgir!

Compareceram nesta volta a nossa delegação de Lisboa representada pelo grande Pégaso e onde se incluíam alguns amigos do Motoclube de Lisboa. O Hélio (repetente), o Capitão e o Xavier. Da delegação de Vila Franca de Xira recebemos a nossa mais recente "contratação", o meu amigo de longa data Carlos Valente. Do Porto Alto a nossa delegação enviou-nos o Carlos Galamba, de Benavente compareceu o Fernando Ferreira e por fim eu próprio em representação da delegação de Samora Correia.

Como habitualmente  o Pégaso brindou-nos com a música da sua mega-lanterna com leitor de Mp3, não faltando o já célebre "Tarzan Boy" do malogrado Baltimora, eh, eh, eh....
Para o Carlos Valente, tratava-se da sua estreia em BTT (um pouco mais a sério) e logo numa volta nocturna. Isso fez-se "sentir" literalmente, pois o Carlos quando iniciou o primeiro troço do singletreck do canal, ia um pouco assustado com o cenário encontrado e com receio de cair no canal, ia constantemente a sair do trilho, pisando os perigosos rasgos na lama seca. Apesar dos meus insistentes alertas, ele insistia em pisar o terreno perigoso e em consequência disso, o pneu prendeu num dos rasgos originando um tralho monumental (de nota 8.9), felizmente sem consequências físicas, visto que hoje (Domingo) fez 90Km em estrada comigo e não lhe ouvi uma única queixa!!!??? É um "duro" disso não tenho dúvidas.

Lá prosseguimos sem grandes sobressaltos até à Aldeia-do-peixe onde parámos para o primeiro abastecimento. A "ramboia" era tanta junto à fonte, que desta vez um dos moradores da pacata aldeia, teve de vir à rua e muito educadamente (há que dizê-lo) pediu-nos para não fazermos tanto barulho,  pois acabávamos por acordar o seu bébé.
De facto o ambiente é sempre de festa e o pessoal "passa-se" um bocadinho, eh, eh, eh...
Mais à frente somos atacados por um cão feroz, que rapidamente abandonou o local depois de levar um valente grito nas orelhas, eh, eh, eh, felizmente para nós que não era o Chupa-cabras, pois estávamos prestes a entrar no seu território, eh, eh, eh.
Uns metros mais à frente eu torno a gritar, mas desta vez para avisar os meus companheiros estreantes da existência de um "poço" de areia. Tarde demais, eu a acabar de avisar e o Hélio em grande estilo a voar, mas nem o facto de ser piloto aviador lhe valeu, aterrando com enorme estrondo! O som foi horrível e logo de seguida era vê-lo a gritar com dores e a dizer que tinha partido as costelas. A princípio ainda acreditámos mas depois vimos logo que era para "os apanhados", eh, eh, eh...
Agora a sério, o tralho foi mesmo mau, mas também um tipo cair por causa da areia e ir aterrar no chão duro como pedra...
Como o homem estava a reagir bem, prosseguimos pelo trajecto habitual e já à entrada de Benavente fizemos um sprint brutal a mais de 40 KM/h que desfez de vez o pelotão de tal forma que tive de me sentar num banco de jardim enquanto esperávamos pelos últimos, fónix!

Chegámos por fim a Samora Correia, onde a preocupação seguinte foi a de chegar ao Finex e degustar as suas bifanas acompanhadas da bela imperial.
Giro, giro foi ver o Capitão a protestar com o Finex, pois queria maionese e Coca-cola, eh, eh... Vê-se mesmo que o homem não é cá da terra e não compreende como é que aquilo funciona, eh, eh, eh! É uma sorte termos as bifanas à nossa espera, a horas impróprias.

Posteriormente falei com o Pégaso para me inteirar do estado do Hélio, e fiquei a saber que o homem está com dores mas em princípio não terá nada partido. Estas foram as palavras do Pégaso: - Ah e tal, ele está em casa a tomar comprimidos para as dores e tem uma costela um bocado lixada, mas não há problema porque ele já está habituado a partir ossos, tass bem... -

Por hoje é tudo, obrigado e bom dia!

Abraço,

Charbel

4 comentários:

Anónimo disse...

Foi mais um passeio porreiro,em que a disposição do Pegaso e do pessoal do motoclube, contagia-nos a todos.A chegar a Benavente,alguns foram possuídos pelo demónio e o Fernando teve que me ir apanhar para ir na cola dele.As minis,já fazem parte da ementa destes passeios.Quanto ao Hélio,as melhoras.
Um abraço para todos.
C.Galamba

DCB disse...

Parece que temos sucessor ao Marçal. Ainda tem que "trabalhar" bastante mas ... vai lá!
Pensava que era impossivel encontrar alguem para o substituir mas volto a ter esperança...eheheh

grande abraço e melhoras

DCB

Xavier disse...

Foi um optimo passeio para estreia nestas andanças.
Obrigado a todos pela companhia e boa disposição
As melhoras para o Hélio
Carlos Valente

Outsider disse...

Boas,

Desejo as rápidas melhoras do Helio. Mas deu pra ver que o homem é rigo e foi até ao final apesar de cheio de dores.

1 Abr.,
FF