quarta-feira, 31 de agosto de 2011

SARDINHAS & COURATOS - 2011

By Charbel

Olá a todos,

Na passada 6ª feira à noite teve lugar mais uma fantástica volta do morcego!

Tratou-se da 2ª edição da volta “Sardinhas & Couratos” em Foros da Charneca e à semelhança do que aconteceu no ano passado, esta terá sido uma das melhores voltas nocturnas do ano.

Como habitualmente estiveram presentes os nossos amigos Moto clube de Lisboa.
O bando de “morcegos” era formado por mim, pelo Fernando Ferreira, Xando, Emanuel, Pégaso, Veiga, Xaruto, Xavier e Gil.

Munidos com uma parafernália de luzes ultra-sofisticadas, partimos pela estrada nacional. Após passarmos a Várzea, virámos em direcção ao canal a caminho de Benavente e depois Foros-de-Salvaterra.  
Na subida de cascalho a seguir ao aqueduto, dá-se a primeira “avaria” mecânica. O Fernando Ferreira simplesmente rebentou com a corrente e com o desviador. Era um rude golpe, pois ficaríamos irremediavelmente afastados da melhor parte da festa dos Foros-da-charneca. Nesta festa, a partir das 21 horas já se comem as sardinhas e os couratos, mas quem chegar atrasado já não tem hipóteses. Mas é aqui que entra a sabedoria do grande Fernando como a seguir poderemos constatar!  
Consertámos a corrente mas a bike falhava. Assim foi necessário dar-lhe um empurrãozinho até ao local da festa, onde nos aguardava a sua esposa e as filhas com uma mesa de campismo, utensílios para o churrasco e o mais importante, uma caixa com algumas sardinhas e couratos, juntamente com algum pão.
Tratou-se de um golpe de logística fantástico, mas o que o Fernando não previra era que o pelotão de “morcegos” se encontrava perigosamente esfomeado e desidratado, eh, eh, eh!
Juntámos os restos das brasas de todos os fogareiros num só, e preparámos o belo repasto. Para hidratar recorremos ao uso de uma régua de imperial, a qual não teve descanso durante toda a noite, num vaivém incessante, eh, eh, eh. Rapidamente o pão esgotou e tivemos que solicitar mais junto do bar da organização, mas quando o pão chegou já estava tudo devorado, eh, eh, eh. Agora era necessário encontrar mais sardinhas, mas enquanto a organização tentava ajudar-nos, já o Fernando estava a tratar de comprar uma “carrada” de bifanas. À medida que aparecia algo comestível, rapidamente desaparecia e assim aconteceu com as bifanas e a seguir com mais sardinhas, incrível! Foi um autêntico banquete.
Por esta altura já estava em palco um grupo de Heavy-metal que fazia as delícias do Veiga que protagonizava um espectáculo dentro do espectáculo, dançando sem parar, eh, eh, eh! Aliás, o título desta crónica bem que poderia ser "Veiga Show", eh, eh, eh...

Alerto a mentes mais conservadoras para o português vernáculo utilizado na faixa a seguir reproduzida, eh, eh, eh...

"Let´s look at the trailler..."

video
Entretanto decorria uma vacada que juntamente com os roqueiros encerrava a festa naquela noite. Pena é que a iluminação não nos permita ver da melhor forma a hilariante colhida que ali aconteceu.
Outro aspecto importante tem a ver com o facto do Xaruto ter conseguido esgotar o stock de câmaras-de-ar do pelotão e isto com o mesmo “abre-olhos”, eh, eh, eh. O homem substituía as câmaras-de-ar mas não retirava o pico do pneu!

"Let´s look at the trailler..."

video

Por fim abandonámos o local muito depois da meia-noite e rodámos a alta velocidade em direcção ao Finex onde ficámos até cerca das 4:00 da manhã em amena “cavaqueira”, mantendo assim a tradição e os níveis de hidratação, eh, eh, eh!

Por hoje é tudo, boas pedaladas!     

Grande abraço,

Charbel

1 comentário:

Outsider disse...

Boas,

Valeu pela camaradagem e pelo convivio. Pena é que tenha rebentado com o desviador. Obrigado pelo empurrão do Charbel. e do Pegasso. O Charbel a empurrar chegamos a vir a 32km/h, estava com medo de não haver sardinhas eh eh eh escapamos á tangente O:)

1 Abraço,
FF