domingo, 22 de novembro de 2009

Trilhos, Tralhos, furos, lama e outros azares

Pessoal, esta é a minha versão da prova da Arepa neste passado dia 22 Nov. Participaram 11 bttistas do CBTT TL na prova. Apenas 4 estavam inscritos para os 76kms. De salientar que o Fernando Ferreira fez anos nesse dia mas nós só soubemos quando o organizador ao micro o disse para toda a malta ouvir e cantar os parabéns. Nem um bolinho ele trouxe!!!
Eu comecei a prova logo com um atraso de 5 minutos pois à ultima da hora algo em mim estava mal... estava podre… estava a mais! É verdade tive que fazer mais uma retirada rápida ao wc para largar cerca de 500 a 550g de material orgânico. Desta feita não posso precisar exactamente o peso certo da dita pois não tinha comigo a balança da cozinha!! Ehehe. Bom, mas já atrasado disse a alguns membros da organização que ainda os ia apanhar… e não é que os apanhei mesmo logo passados 2kms. Mas pela pior das razões: é que o Pedro Romão numa iniciativa arrojada de marketing para promover a sua nova loja decidiu sofrer uma grande queda ainda no alcatrão em frente ao Modelo. Havia uns separadores de plástico nas bermas e o pelotão teve que afunilar e outro bttista atravessou-se na sua frente e o Pedro voou por cima da bike e caiu em cima da roda dianteira. Partiu uma costela e fez uns bons arranhões mas já está em casa não houve mais complicações até ao momento. A malta do CBTT TL ficou lá com ele até chegar o INEM e só saímos quando partiu a ambulância. Ficámos muito assustados e afectados pois o aparato foi grande e as queixas também. Lá partimos 30 min depois, nas calmas e já muito atrasados para o pelotão. Depois logo no inicio o Fernando Costa furou, remendou mas passado 1km tivemos que parar de novo pois o pneu estava em baixo. Bem… depois foi sempre a apanhar mais furos, malta sem câmara de ar suplente, sem bomba , sem chaves, sem conhecimentos nenhuns do que é o BTT…enfim!! Ainda apanhámos as vacas e as crias mesmo no meio da estrada e eu e o Fernando é que tivemos lá a afugenta-las pois vinha mais malta atrás e poderia surgir alguma complicação. E pelo menos eu e o Fernando abdicámos completamente de tentar um bom tempo e viemos tranquilos até ao fim e fizemos apenas os 38kms e chegámos nos ultimos. Destaco ainda que a mais de meio da 1ª dos 38kms fomos ultrapassados pelo 1º classificado dos 76kms. Mas como estava fresco fiz os restantes kms com ele e ultrapassei-o mesmo e fui uns 2-3 kms à frente dele. O homem estava assustadíssimo e baralhado pois pensava que eu é que era o 1º e ele o 2º. Iamos a 22-24kms, naõ muito! Lá o tranquilizei e no alcatrão ele passou. Mas foi giro a malta na estrada e da organização a ver-me na frente da prova e a incentivar-me a pensar que ia a discutir a liderança…eheheh! Bom… nem sei a classificação da malta mas sei que o único que fez os 76kms foi o Sr Domingos que fez um bom tempo. O Bruno também fez uma boa recuperação. Ao almoço fui apenas eu, o Sérgio (que foi ajudar a organização) e a malta da Delegação de Lisboa. O almoço foi no centro social e estava muito bom (caldo verde, frango guisado com arroz, sobremesa, café). De resto o percurso até era bom e estava muito bem marcado mas como choveu no dia antes tinha zonas de muita lama, quase intransitáveis e evitáveis. A zona de regresso ao lado da estrada nacional estava do piorio. Também a evitar eram aqueles separadores de plástico ao inicio quando a malta ainda vai em pelotão… é que afunila e há mais probabilidades de acidente. Em resumo, se não houvesse tanta lama e se o Pedro Romão não caísse teria sido uma prova muito boa.
Abraço e melhoras rápidas para o Pedro.

DCB

12 comentários:

bruno venâncio disse...

Foi uma prova azarada, e demasiado enlameada. E por falar em malta sem noção de BTT. Apanhei um gajo parado a 4 ou 5 metros do final duma subida bastante acentuada, fora da bicicleta e a comer a sua barrinha de cereais. Só visto!!!

P.S.-Aconselho o sr. Presidente a fazer as necessidades antes de se deitar porque se não, tá visto que dá M...a!

P.S.-Desejo as rápidas melhoras ao nosso colega Pedro Romão

HMGS 1970 disse...

Boas,

Desejo ao Pedro as rapidas melhoras, aqueles separadores era só para complicar e provocar quedas.

Abraço a todos
Helder

Vasco Parreira disse...

Há dias que mais vale não sairmos de casa, e infelizmente para o Pedro este foi um deles.

Desejo-te as rápidas melhoras e um regresso célere ao BTT.

Um abraço,

Vasco

Anónimo disse...

EPA ! AINDA BEM QUE NÃO FUI,AINDA IA CAIR !
AS MELHORAS PEDRO, O SR PRESIDENTE BRINDOU-NOS COM ESTE MOMENTO DE POESIA (DE M....A) .
EU NO DIA ANTERIOR DEITEI.ME AS 2 DA MANHA DEVIDO A TRAB E POR ISSO NAO FUI.
ABRAÇOS
JOÃO MARÇAL

jota disse...

Boas tardes Bttistas,

As melhoras ao Pedro.
O Vasco não pedalou mas foi correr que eu o bem vi...eh eh

Abraços

J. Romeiro

Daniel Brites disse...

ahhh o Vasco anda a treinar às escondidas, o malandro!!! Vai aparecer em força! ..ou talvez não...

abrç

DCB

Outsider disse...

Antes de mais desejo as rápidas melhoras do Pedro. Isto volta-nos a levar para a conversa do Seguro.

Deveriamos ver se conseguimos arranjar um seguro em condições para os membros. Charbel, envia lá a novamente as condições do seguro da Liberty pode ser que algum dos novos membros necessite. Eu tenho o seguro da Liberty aconcelhado pelo charbel, não sei se é bom ou mau porque nunca utilizei e espero não utilizar, mas nunca se sabe.

Em relação á maratona, apesar da lama o pior para mim mesmo foi uma queda sem consequencias de maior e vomitei o pq almoço. Julgo que se deveu á ma preparação que atravesso. Mas o Bttistista não desistiu e lá chegou ao fim.

FF

carlos disse...

Desejo ao Pedro as melhoras e que brevemente esteja a rolar connosco.
Quanto à prova, apanhámos muita lama e foi dificil pois o terreno estava muito pesado.Vim sempre com o Charbel e o Paulo, mas já vinhamos muito atrasados devido ao acidente do Pedro.Só saimos de lá,quando a ambulância se foi embora.Do clube,só aparecemos cerca de 12.Um abraço.
C.Galamba

Paulo disse...

Olá a todos,


Em primeiro lugar, quero expressar o desejo de rápidas melhoras ao nosso amigo Pedro Rui.
Eu seguia na roda do Pedro quando tudo aconteceu e só por milagre (por bons travões) não me vi também envolvido directamente na queda. O insólito deu-se quando o Pedro se encontrava no chão a queixar-se com dores horríveis e com dificuldades em respirar. Não é que o tipo que lhe deu o encosto (pois desviou-se de uma barreira no momento em que era ultrapassado pelo Pedro)ainda estava a tentar pedir-lhe satisfações muito indignado!!!???? Foi surreal assistir àquilo. Outro facto surreal deu-se quando liguei para o nº dos bombeiros facultado pela organização. O telefone chamou alguém atendeu e de seguida desligou, ficando a sensação que nem me escutava, pelo que de imediato resolvi ligar para o 112 temendo estar a ser vítima de mais um episódio das já célebres "charadas" com os operadores do INEM, lembram-se? Este episódio tirou-nos a vontade de pedalar, mas lá prosseguimos.
Apesar de tudo quero dar os parabéns à rapaziada da AREPA, pois todos nós sabemos o quão difícil é pôr de pé um evento com esta envergadura e com estas condições. Tirando a questão da segurança que pode e deve melhorar, também achei desnecessário e despropositado circularmos junto à estrada nacional durante tantos Km (existia a estrada dos arrozais)e ainda por cima termos de a atravessar por mais do que uma vez. Tudo o resto na minha opinião esteve 5 estrelas e verdade seja dita, os homens surpreenderam-me pela positiva pois fizeram a coisa com muita classe, "tiro-lhes o meu chapéu".
Peço desculpa ao Fernando e ao Presidente por nos termos separado, é que após o furo fomos circulando muito devagar devido à lama e quando parámos eles nunca mais chegavam, levando-nos a crer que tinham voltado para trás, uma vez que também não nos telefonaram a pedir ajuda.
Para terminar este longo comentário, apenas quero mencionar outro episódio "aterrador". Em plena floresta de Belmonte seguia com o Paulo Vasconcelos e com o Galamba, quando vislumbramos uma figura feminina que seguia sózinha. Era a Rute de Benavente (namorada do Ricardo) entregue à sua sorte, preparando-se para cruzar um difícil vale cheio de lama, raízes, pedras e rasgos da água que existe a seguir à quinta. O que é que isto tem de especial pensarão vocês? Apenas e só o facto de estar grávida para aí de 7 ou 8 meses a julgar pela sua enorme barriga! Parei para verificar se estava bem e se precisava de apoio. Ainda assisti à sua descida a pé com a bike à mão e depois parti. Foi arrepiante meus amigos, literalmente.

Grande abraço,


Charbel

Alcides disse...

gostei da prova apesar do terreno pesado,ia eu todo sorrateiro no alcatrao ouvi logo uma voz do alem deixa de ser batoteiro vai mas é para a lama he he he o pior foi o acidente do Pedro,fiquei um bocado assustado quando ele começou a dizer que nao conseguia respirar nem se mexer,foi um susto valente,enfim agora é deixar passar o tempo,outra particularidade a que assisti foi a da Rute com aquele barrigao na sua bike,acto de coragem!
desejo as rapidas melhoras ao Pedro para que volte depressa ao mundo das cicletras lol


1ab

Carlos Fernandes disse...

Em primeiro lugar as melhoras do Pedro, não era necessário dar tanto nas vistas para promover a loja, nem o Saramago!!!

Quanto à prova, bem marcada e organizada, muita lama, alguns troços desnecessários, mas a culpa foi da chuva!!! Fui para os 38kms, rolei muito tempo sozinho um bom par de kms, depois fui ultrapassado pelo Sr. Domingos. Segui na sua esteira a cerca de 100m e depois perdi-o de vista a cerca de 2/3 kms da viragem 38/76kms, pois o homem anda demasiado, eu quero ver quando ele chegar à minha idade se anda desse modo!!!!
1 ab a todos e parabés ao Fernando embora vomitado!!.

Zé Carlos disse...

Em 1º lugar as melhoras para o Pedro escolheu uma forma inédita de promover a sua futura loja, marketing puro e duro. eh!eh!eh!
Eu não pude estar presente por motivos familiares mas segundo os comentários a AREPA esteve bem e o CBTT TL igualmente, participou na prova e na logistica parabéns porque é este o verdadeiro espírito do BTT, as parcerias são fundamentais para o desenvolvimento da prática desta modalidade na nossa região.
Um abraço
José Carlos