domingo, 30 de janeiro de 2011

Ajuda de berço- Glória - 30.01.2011

O objectivo e o cariz de solidariedade deste passeio eram por si só muito nobres e motivadores, e o facto de se desenrolar na Glória do Ribatejo era um extra. É que aquela zona é mesmo muito boa para o BTT. Subidas e descidas com alguma dureza, single tracks, partes técnicas, pedra, lama, areia... tudo!
O CBTT Trlhos da Lezíria esteve presente com 7 elementos que desafiaram o frio: eu, Bruno, Eduardo, Luis Mendes, Carlos Fernandes, João Aires e Carlos Valente. Compareceram ainda o Tiago e um colega do Carlos Valente.
A partida era às 10H (embora tenha atrasado 15 minutos) o que é muito tarde pois já iria terminar depois das 13H e há malta que é de longe causando algum transtorno.
Não havia tempos cronometrados e o ritmo foi sempre calmo (pelo menos do pessoal do meio do pelotão para trás).
Ainda assim o Aires e o Tiago seguiram para a frente e eu, o Bruno e o Carlos Fernandes vinhamos mais atrás. Depois vinham o Luis e o Eduardo. O Carlos Valente teve que ir mais devagar pois o seu colega já não andava há algum tempo e tinha estado lesionado.
O passeio em si foi muito bom... o percurso era excelente, bem marcado, técnico e com algumas partes duras. Haviam 2 abastecimemtos para os 50kms que tinham muita fruta e agua mas faltou umas barritas ou algo mais consistente.
Dos banhos e almoço não poderemos falar pois viemos logo para casa.
Saliento ainda mais um facto inédito e completamente inesperado, que foi... mais uma grande queda de uma pessoa que nunca cai (tirando as ultimas 10 voltas que temos feito)... hummmm será que adivinham outra vez??? eheheh... ainda me estou a rir. Eu e o Bruno esperámos pelo CF numa subida. Ele chegou e foi na frente e começou a descer. Loago ali a 20metros havia um banco de areia numa curva a descer e o homem dá uma cambalhota por cima da bike ao nivel do melhor que nos vem habituando! Impecavél! Muito sinceramente, eu sinto-me abençoado e preveligiado pois as ultimas 4-5 quedas do Carlos, eu vou logo atrás e tenho o previlégio de assistir a tudo com o máximo pormenor. Será que o Popey sente a pressão do presidente?!?!?? De qualquer das formas já começa a perder a graça e a tornar-se demasiado banal.
Carlos, agora a sério, esperamos é que nunca te magoes de forma mais grave até porque depois iriamos deixar de ter destes momentos hilariantes...eheheh....
abraço e não sintas a pressão quando vais à minha frente... eu não te ponho nenhum processo disciplinar se falhares uma mudança ou se não passares o gajo da frente!!
Resumindo, foi um bom dia de BTT que começou com frio mas depois aqueceu e bem dado o belo sol que nos acompanhou.

Saudações,

DCB

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Volta fresquinha domingueira

Este domingo parece que o pessoal teve medo do frio e ficou no quentinho das mantas. Mas até nem esteve assim tão mau (4 graus às 9H)... já andei com temperaturas bem mais baixas (-1, 0, 1 grau).

Apareci apenas eu e o benjamim Emanuel. Depois, logo na varzea encontrámos o Rui, o seu primo Luis (Pisco) e um novato amigo do Luis. Lá fomos dar a voltinha de St estevão pois pelo menos temos 2-3 subiditas. Aproveitei para dar umas dicas ao Emanuel de forma a ele gerir melhor o esforço e tirar mais rendimento. Ele já fez umas adaptações na bike e agora está a fazer uma preparação mais especifica e tendo em conta a tenra idade do rapaz (15 anos!!!!! bolas... quem é que tem 15 anos???. Ainda vai sair daqui um campeão. No verão já estará em melhor forma!
Seria uma volta banal e bem calma se não presenciassemos mais um acontecimento inédito e surreal: é que o Rui, em St Estevão e ao passarmos por umas vivendas conseguiu a inédita proeza de atropelar um cão!!!! Sério... atropelou-o mas não caiu.. aí é que está a proeza! nem sequer esteve quase a cair. O cão é que apanhou um valente susto pois vinha a fugir de outros cães e a olhar para trás. Mas ficou bem e desatou a fugir ainda mais... deve ter ficado apenas com umas mazelas. Assim, tenho a informar que não houve animais feridos ou magoados durante esta volta, tirando os próprios bttistas presentes... ehehe

E assim foi mais uma volta que no final soube muito bem!
Para a semana temos o passeio de Ajuda de Berço, na Glória do Ribatejo (www.trilhoperdido.com)

Abrç

DCB

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Os traiçoeiros canais de Salvaterra

Já sabiamos que a malta do CBTT TL é adepta dos canais de rega que rodeiam a nossa zona e gosta inclusive de dar uns mergulhos nos mesmos... mas quando eles estão totalmente secos é que algo muito mais arriscado e até preverso!
Mas vamos por partes, este domingo deslocámo-nos até Salvaterra para dar uma volta com o Paulo (mecanico da Ribapedal) e os seus colegas conterraneos. Era uma volta pacifica e calma. De Samora foram: eu, Eduardo, Carlos Fernandes, Emanuel, Rui Bento, Marco e Xando (Hiper) e o João Aires que foi e veio de bike (o homem anda possuido).

A volta foi pelos estradões junto ao Tejo. Sem grandes dificuldades, plano, apenas 2-3 subidas softs mas pelo menos sem nenhum lamaçal. Deu cerca de 45kms e fomos até Muje, Granho, Marinhais e Salvaterra. Foi uma volta descontraida e porreira e apenas o Emanuel sentiu dificuldades no final. Já começámos a dar umas dicas sérias a este jovem rapaz pois acaba por sofrer muito e disfrutar pouco. Ainda é novo e não controla bem o ritmo. Mas ele vai lá... e tem uma grande virtude: não desiste!!!

Já no regresso presenciámos um dos momentos mais cómicos mas de alguma tensão que já alguma vez vimos. Numa das zonas humidas e escorregadias junto ao canal de Salvaterra um elemento do CBTT TL (que eu não vou dizer para ver se vocês adivinham!!!) faz um grande slalom com a roda traseira e manda uma autentico mortal para dentro do canal em cimento e totalmente vazio. Foi um grande nº de circo nunca antes visto e de um recorte artisitico impressionante. Bem... não foi muito impresssionante pois a pessoa em causa já nos habituou às melhores quedas de BTT já vistas. Quase em todas as voltas cai e em grande estilo! Mas quem será... mas quem será??? (o pai da criança...ehehe). O pessoal assustou-se mas felizmente ele não se magoou. Foi mesmo só show-off... como nos tem habituado!

Resta-me agradecer ao pessoal de Salvaterra e ao Paulo pela voltinha que deu para esticar as pernas e conhecer mais umas zonas. Estamos em divida e para a próxima serão eles a vir cá.

Abrç

DCB

sábado, 15 de janeiro de 2011

"É PEGAR OU LARGAR!"

By Charbel

Olá a todos,


Há já alguns anos que mantemos fortes laços de amizade com os nossos amigos do Moto Clube de Lisboa. Têm sido companheiros de aventuras e de peripécias várias.

Esta imagem retrata bem o espírito existente entre o Clube de BTT Trilhos da Lezíria e o MCL. Trata-se do momento da entrega da nossa T-shirt, pelas mãos do Sr. Presidente ao nosso amigo Mário Raposo, digníssimo representante do MCL, por ocasião do nosso almoço de Natal.
A relação entre os dois Clubes é salutar e é sempre um prazer conviver com estes nossos amigos.

Enquanto decorria esta pequena cerimónia dentro do restaurante, lá fora um acontecimento insólito decorria fora da alçada da lei. Aproveitando a azáfama de potenciais "clientes", eis que o nosso amigo "Lello Pegaso" decide "montar" a banca e começar a venda a céu aberto!

Nesta imagem é possível vislumbrar o material ultra-contrafeito e de proveniência duvidosa, eh, eh, eh! Mas nada como ver e ouvir o protagonista em acção, momentos antes de ser abordado pela ASAE!

"Let´s look at the trailler..."

video
É um senhor, não há duvida! Agora, resta saber quem é o maior "Lello" desta cena, se o Pegaso se o Galamba?
A resposta fica ao vosso critério, devidamente justificada através do vosso comentário, eh, eh, eh!

Por hoje é tudo, obrigado e bom dia!

Grande abraço,

Charbel

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Volta: ai que dor!

by Fernando ferreira

Domingo 9 Janeiro 2011, eu, o Charbel, o Luís Mendes e Sr. Domingos (pai do Sérgio Silva) efectuamos a volta de Canha por estrada, visto que os terrenos estão impraticáveis para a modalidade BTT.

O percurso efectuado foi o seguinte percurso:

Samora, Benavente, Sto. Estêvão, Cruzamento do Infantado, Canha, Fazenda das Figueiras, Branca, Biscainho, Foros de Almada, Benavente, Samora) com 90Km de distância e um tempo de 3.50m à média 23Km/h.

O Encontro foi cerca das 8h.30 na RiabaPedal. Eu, pessoalmente juntei-me ao pelotão já a meio caminho entre Samora-Benavente (na da várzea de Samora).

O Sr. Domingos e o Luís impuseram desde inicio um ritmo vivo, enquanto eu e o Charbel ficávamos nas covas e nos resguardamos para tentar chegar ao final e se possível frescos. Nos últimos tempos as distâncias têm sido muito mais curtas.

Efectuamos a habitual paragem para a “mini” no café das Fazendas, mas como estamos no período de inverno, optou-se por um café quente e um abastecimento sólido. A partir do abastecimento e já na estrada da Branca começaram as dores.

Eu comecei com cãibras e já me doía tudo. Até o rabo, já não sabia como devia ir sentado! Atenção que levava Selim!

O Charbel também ia comentando “Nunca esta volta me tinha custado tanto…Ai que dor aqui! Ai que dor ali!”. Por outro lado o Sr. Domingos e o Luís estavam frescos que nem uma alface e nós levamos na boca.

Enfim! Lá chegamos ao fim apesar de doer e hoje quando subo escadas ainda me lembro. Ai que dor!

1 Abr. e boas pedaladas,

FF

domingo, 9 de janeiro de 2011

A crónica dos bichos do mato

Este fim de semana o CBTT TL apresentou 2 versões distintas de volta domingueira: 1 volta de BTT até a Mata do Duque e uma volta de estrada até Canha.
Eu deixo aqui o testemunho do pessoal do mato e seguir-se-á a crónica do pessoal do pneu fininho!



Para a volta de BTT apareceram: eu, Eduado, Bruno, Fernando Costa, Xando, Marco, Ricardo, Tó, e um estreante colega do Ricardo. Com a chuva dos ultimos dias só nos restou a Mata do Duque. O piso estava pesadinho pois as zonas de mais areia faziam goma mas estava muito bom... poucas zonas com poças e lama zero! Demos a volta maior dentro da Mata do duque e a malta do hiper sofreu um pouco mais que o normal... o terreno assim pesado é outra coisa!!! Mas aguentaram-se muito bem até ao fim inclusive o estreante, que apareceu com uma bike emprestada com 18kgs!!! Sim... 18kgs... carinhosamente apelidada pelo Xando de "Bigorna". Fosgasss aquilo dava mesmo para moldar ferro naquele quadro ehehe... Mas este corajoso corre todos os dias e anda de moto de todo o terreno e era ve-lo a dar gás lá dentro, a descer bem e a subir com pujança... o problema foi depois!!! É que depois acabou a gasolina e quebrou já no regresso em St estevão. É que ainda foram 63kms para quem vai andar pela 1ª vez! O Fernando Costa encurtou a volta e fez companhia ao Tó que tinha que chegar cedo!
Saliento ainda um tralho de grande nota artistica por parte do Eduardo num dos rasgos da mata do duque. Mesmo na despedida da sua "velha" VAG. Mas está tudo bem!Resumindo, foi uma bela volta, bons trilhos, bons tralhos (ehehe), o tempo ajudou e boa camaradagem! Mais um bom dia de BTT.
Para a semana há mais...

Saudações

DCB

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Novos sócios do CBTT TL : 4 efectivos e 2 potenciais

Olá,

tenho o prazer de dar as boas-vindas a 6 novos sócios do nosso distinto clube!

São eles:

Marco Ribeiro, Joaquim Costa, Carlos Trindade, António Cardoso... e outros 2 surpresa de quem vou falar mais adiante.


Estes 4 novos elementos são amigos e colegas do Fernando Costa no Hipergrossista. Estão-se a iniciar no BTT mas estão muito entusiasmados e já apresentam um bom ritmo. Já andaram connosco no ultimo fim de semana e deverão aparecer mais vezes.

A nós cabe-nos dar-lhes as Boas-Vindas, po-los à vontade e o resto é conbibio!!!

Quanto aos 2 sócios surpresa, estes são: O Vasco II (filho do Vasco "Sogras") e o Filho do Alcides que nasceram nestes ultimos dias (o do Alcides nasceu anteontem). São mais 2 reforços potenciais para o CBTT TL... e para mim... mais potenciais que os próprios pais. Este é que vão mostrar como é!

Em meu nome e em nome do CBTT TL: MUITOS PARABÉNS AOS PAIS BABADOS!!!!!!

Abraço e boas pedaladas,

DCB
(CBTT Trilhos da Lezíria)

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

A "primeira" do ano...

By Charbel


Olá a todos,

No passado Domingo aconteceu a primeira volta do ano. A afluência não foi má visto que se tratou de uma volta de estrada, cujo objectivo mor, era a destilação das bebidas isótonicas ingeridas na noite da passagem de ano, eh, eh, eh.

O pelotão era composto por mim, pelo Sérgio Silva, João Aires, Carlos Fernandes, Luís Mendes, Emanuel Barbosa, Bruno Venâncio, Fernando Ferreira, Hugo Cordeiro e também pelos 4 novos sócios, Xando Trindade, Tó Cardoso, Marco Ribeiro e o Ricardo Rosa.

A ausência mais notada foi a do Sr. Presidente, que na véspera teve o cuidado de me ligar para dizer que se encontrava a recuperar de uma valente bebedeira, ops, quero dizer de uma valente constipação! Sim, sim, foi isso mesmo uma grande constipação que ele apanhou, eh, eh, eh!

Aliás quem é que não apanhou uma valente constipação por altura de uma passagem de ano, hummm? Está sempre a acontecer…é normal…está frio…né?
A ausência do Sr. Presidente teve um lado positivo, pois assim não houve controlo de “bebidas energéticas” nos camelbags e bidons do pessoal, tais como Champagne, cerveja, etc.

Em relação ao dia posso adiantar que se verificava na altura um denso nevoeiro, pelo que grande parte dos atletas apresentavam luzes de presença nas suas bikes. À excepção dos 4 novos amigos, todos tinham bikes ou pneus de estrada, facto que lhes provocou alguns danos e assim optaram por se separar do grupo entrando no mato pouco antes de St. Estêvão! Humm, acho que o Sr. Presidente os enganou!

Em St. Estêvão seguimos em direcção à represa, atravessando um dos complexos de condomínios fantásticos ali existentes, e depois seguimos até Foros-de-Almada, onde me separei do pelotão, afim de poupar o teenager Emanuel.
O pessoal seguiu para os Foros-da-Charneca, Barrosa e Benavente, a velocidades entre os 35 e os 42 Km/h, motivo pelo qual “largaram” o Fernando a convalescer em casa, devidamente acompanhado pelo tripé de soro, eh, eh, eh! Esta informação foi-me dada pelo próprio e ao que parece, também o Luís Mendes começou a sentir as primeiras consequências da "voltinha soft" liderada pelo "carrasco" de serviço, o Sérgio Silva!

Depois de me separar do grupo algo de muito estranho aconteceu! Uhhh, medo!
E agora perguntam vocês: - mas o que terá acontecido, assim tão digno de registo e assustador? – eu respondo: - basicamente nada, eh, eh, eh! - apenas tive um furo! Pensei que ficasse bem juntar um pouco de suspense à crónica, foi só isso.
Pois é, um furo em alcatrão é algo muito pouco habitual, mas acontece. Ao reparar o furo arrefecemos muito rapidamente e ainda por cima o Emanuel envergava calções. Resolvido o percalço continuámos e pouco antes da Coutada-a-velha, deparamo-nos com o cadáver de uma criatura magnífica no meio da estrada.

Tratava-se de uma Gineta, que infelizmente terá sido atropelada, por algo muito rápido, e foi nesse momento que pensei: - Hummm, será que o Zé Carlos (Kota) passou por aqui? - espero que ele não esteja envolvido neste crime. Nesse momento surge de novo o grosso do pelotão já sem o Fernando Ferreira (vindos em sentido contrário). O pessoal aproveitou também analisar o animal e pouco depois já havia “mirones” e tudo.
O Tuga é um ser mesmo estranho, basta ver alguém parado na estrada e ele pára também, para “meter o nariz onde não é chamado” e fazer logo a peritagem e orçamento. No caso expliquei ao Sr. que estávamos a preparar a autópsia do pobre bicho, eh, eh, eh!
Entretanto segui viagem para Samora com o Emanuel, e os restantes continuaram em direcção novamente de de St. Estêvão, e até ao momento não tive mais notícias deles! Será que ainda por lá andam? Se eu e o Emanuel fizemos cerca de 54Km, nem imagino quantos eles fizeram!
Foi uma volta agradável que serviu para inaugurar o novo ano bttístico.

Por hoje é tudo, obrigado e boas pedaladas,

Grande abraço


Charbel