domingo, 13 de dezembro de 2009

Montejunto no seu melhor





Caros bttistas,

este domingo, 13 Dezembro, e após quase um ano de ausência voltámos à Meca do CBTT TL: o Montejunto. E foi uma bela volta num dia muito bom para percorrer a zona pois apesar do frio matinal o sol e as belas subidas aqueceram-nos num instantinho! Éramos 10 bttistas e seriamos mais se 2 ou 3 não se cortassem à ultima da hora. Assim os participantes e conquistadores da Serra foram: Eu, Pegaso, Fernado Costa, Fernando Fer., Carlos Fernandes, Paulo Vasconcelos, Miguel "Cassetes" (não... lá demovemos o homem daquela ideia suicida de ir a rolar e depois dar lá a volta e regressar), João Marçal, Ricardo Brites e Eduardo. Demos a volta do costume, começando pelo sopé na zona dos eucaplitos e depois fizémos a "Dolorosa" (subida com cerca de 6 kms de extensão...sempre a subir mas nós ja a apanhamos quase a meio mas ainda fazemos uns 3-4 kms)... durinho!!!



Depois descemos um pouco e entrámos na zona da encosta sul, nos trilhos bem técnicos com o seu cascalho solto. Mais 2-3 subidas puxaditas e lá chegámos ao alcatrão. Eu e o Cassetes ainda subimos às antenas e depois foi sempre a abrir, pela descida abaixo... o Marçal entusiasmou-se e ainda saiu em frente numa das curvas apertadas! Era um voo... não era um tralho! Uma palavra para o Fer. Ferreira que se sentiu mal logo na 1ª parte da volta e regressou logo ao carro. (Fernando, já estás melhor??? dá noticias à malta!!!)
Outro grande destaque vai para as prestações do Ricardo, do Fernando Costa (já não rolava a sério há uns meses), e depois do Eduardo, do Marçal e do Paulo Vasconcelos (que foi a 1ªvez , e sabemos que a 1ª vez é sempre complicado eheheh). Foram sempre bem até ao fim e só mesmo o Paulo sentiu umas dificuldades na parte inicial mas depois fez quase tudo em cima da bike! Muito bem!!! Os trilhos continuam muito bons, muito técnicos, duros o suficiente e boas paisagens.
Resumindo foi uma volta excelente, de 45kms, num belo dia de sol e bom espirito de camaradagem entre malta com ritmos diferentes.



E... acima de tudo foi um bom treino para esse passeio durissimo que se segue que será o passeio da CMB (eheheh)...secalhar é mais para a dureza do almoço de Natal!


Saudações bttisticas,

DCB

9 comentários:

PauloMV disse...

Apesar de ser muito dura, gostei bastante da volta com uma paisagem muito bonita. Sempre deu para variar as vistas porque já estava um bocado farto da zona de Samora.
Acho que me consegui aguentar decentemente, para quem pratica BTT aos Domingos sem treinos a meio da semana, e só no fim é que comecei mesmo a quebrar porque não levei mantimentos suficientes e o o estômago já estava a querer comer-se a si próprio. :)
Hoje estou ligeiramente dorido mas nada de especial.
No pain no gain, não é o que dizem?

PV

Daniel C. Brites disse...

Ainda bem que gostaste Paulo, apesar de sofreres um pouco!
Até eu estou um poucoi dorido, fiz as subidas sempre a um bom ritmo e depois ainda fui na roda do Miguel "Cassetes" até às antenas...ufff

É impressão minha ou no mapa do trajecto falta lá um bocado na parte superior direita que devia unir à outra?
Deve ter sido falha do receptor GPS ...ehehe

DCB

PauloMV disse...

Reparei nisso. Ou o GPS passou-se ou foi problema na transição dos dados para o Site.
Logo tento corrigir.

Anónimo disse...

Ola cambada!
A volta foi expectacular, muito dura com subida e descidas perigosas, eu mais uma vez pensei em voar, pois ja a descer e a 76 km hora apercebi que ao fundo nao iria ter tempo de travar e iria voar que nem o super homen, mas felizmente quando aplico travoes fi-lo de forma faseada sem bloquear e lá conseguir segurar a bike, mas acreditem que estive no ponto "ZEN" aquele ponto em nos vemos a nossa vida passar em segundos, assim foi, e pensei que morria. Para os tenrrinhos que ficaram em casa nao sabem o que perderam, claro que nao foi a tareia que levei em outubro em Alhandra, mas foi...gostosa!
um abraço e boas pedalas
João Marçal

Outsider disse...

Fico satisfeito que tudo tenha corrido pelo melhor e que todos tenham gostado da volta.

As minhas desculpas de não vos ter acompanhado até lá cima, mas iria ser um massacre para mim, acho que optei bem em voltar ao carro.

Mais uma vez fui atacado pela desidratação(ou outros virus qualquer eh eh eh - má preparação fisica por exemplo) e comecei a transpirar em bica e com pulsações acima das 180pm o que me deixou derrotado e estremamente cansado.

A partir dali sei que vinham as caimbras e não iria conseguir fazer a escalada.

À que ser humilde e saber quando a montanha nos vence eh eh eh!

Ah! atenção:
venceu esta batalha, mas não venceu a guerra. Eu voltarei(I will be back)!

Ricardo Brites disse...

Apesar de ser uma volta durinha, gostei bastante de ter regressado ao Montejunto... Ainda não foi desta que fui às antenas, talvez seja para a próxima (dizem que à 3ª é de vez)! lolol
Apesar de ter sido o último a chegar lá acima (peço desculpa à malta por os ter feito esperar), fiquei contente por ter conseguido fazer todo o percurso sem desmontar (apesar da subida grande, já no alcatrão, ter sido um pouco dificil)e sabendo que estava pouco preparado...

Abraço
RB

Trilhos da Lezíria disse...

Olá,


Parabéns aos loucos, ups, enganei-me! Parabéns aos colegas menos preparados que foram à "Serra Maior".

Ah pois é! Para ir ao Montejunto, temos que nos preparar minimamente, caso contrário é só sofrer, eh, eh, eh.

Ao contrário do que o Sr. Presidente pensa, a ideia do Miguel não é descabida. Eu já fui a rolar desde Samora e subi o Montejunto e voltei. O Zé Carlos e o Sérgio também. A rolar custa menos, quem consegue subir também consegue lá chegar por estrada.

Abraço,

Charbel

miguel disse...

olá
a minha ideia inicial era para evitar toda a logistica q obriga para transportar as biclas e só fazer a subida por estrada. Porque para fazer o percurso q fizemos e ir e voltar de samora era muito duro!! Duvido q eu conseguisse fazer.Só fazer a volta q demos já doeu.Parabens Daniel!!
Jardel qd quiseres combinamos essa voltinha, é dura mas com calma faz-se.
Ass: Cassete Pirata

Bruno Venancio disse...

Aposto que foi uma boa volta, porque conheço a paisagem e é daquelas que nos faz mesmo querer fazer BTT. Tenho pena de não ter podido ir e espero que a tareia que levaram não os faça desistir de lá voltar em brevemente.
Um abraço e até breve...